Brumado Urgente

Brumado Urgente


Saiba como dar uma festa de fim de ano sem chatear o vizinho

Quinta | 31.12.2015 | 15h04


(Foto: Reprodução)

Muita gente passa batido por este importante detalhe: ser um bom vizinho, principalmente quando o assunto é festa. Mas com jeitinho, respeito, bom senso e criatividade é possível realizar uma comemoração bem bacana sem incomodar ninguém. "Sempre que vou fazer uma festa em casa, me sinto na obrigação de avisar meus vizinhos, principalmente nas comemorações de final de ano, pois são as que duram até a madrugada", afirma  Kristiane Dória. A  assistente social está certa. Se a ideia é ser feliz, nada mais apropriado que evitar o sofrimento alheio. Sem esse cuidado a festa perde o sentido, que é celebrar a felicidade. "Hoje moro em um condomínio de casas, com uma distância maior dos outros imóveis, se comparada ao apartamento onde vivia antes. Porém, continuo tendo o mesmo cuidado com relação ao barulho. Quando a festa não é familiar, aproveito para convidar os meus vizinhos também", conta.

 

Mas se nem tudo der certo e o vizinho for reclamar na sua porta, a melhor saída é ser paciente, ouvir as queixas até o final e tentar encontrar uma solução amigável para o problema. Ser gentil facilita a conversa e desarma a irritação de ambas as partes. "Optar por conflito ou pirraças é uma péssima escolha. Ainda mais em situações como essas, nas quais quase sempre as queixas têm fundamento", argumenta a assistente social. Aquele velho ditado "não faça com os outros o que não gostaria que fizessem com você" deve ser lembrado sempre. Combinado?

Festa com responsabilidade

É importante prestar atenção e conhecer a atual lei do silêncio (5.354/1998), que estabelece regras em Salvador. No período diurno, que vai das 7h às 19h, o som é permitido até 70 decibéis. No vespertino, 19h às 22h, só até 60 dB. À noite, das 22h às 7h, até 50 dB. Às sextas-feiras, sábados e em vésperas de feriados a lei pega mais leve e admite, até as 23h, o nível correspondente ao período vespertino, ou seja, 70 dB. Vamos respeitar!

confira dicas para que sua comemoração não acabe mal:

Controle do espaço - Um dos primeiros cuidados ao se realizar uma festa em casa é controlar a quantidade de convidados. Reflita se o tamanho do lugar que você mora comporta a quantidade de pessoas que você pretende chamar. Planejamento é tudo e evita problemas.

Regule o entusiasmo  - Cuide para que os convidados não se excedam nas sacadas e varandas, em conversas em voz alta, risadas ou barulho de copos ou cascos de garrafas. Se isso acontecer, seja educado e diga aos amigos para abaixarem o volume em certos locais da casa.

Atenção à limpeza - Para apartamentos, verifique se não foram poluídos pelos festejos lugares externos, como as portas dos seus vizinhos, corredores ou elevadores. Em casas, se há lixos ou garrafas espalhados pela rua.

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.