Brumado Urgente

Brumado Urgente


Arnold Schwarzenegger dá a largada para o Arnold Classic Brasil 2015

Evento multiesportivo reúne dez mil atletas no Riocentro

Sexta | 29.05.2015 | 22h06
Autor: RPM Comunicação


Foto: Max Moreno I Brumado Urgente

O ator e ex-Governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger abriu hoje a terceira edição do Arnold Classic Brasil, que prossegue ao longo do fim de semana, reafirmando seu carinho pelo povo brasileiro e contando que, dessa vez, sua missão no país é ainda mais especial: "Amo sempre voltar ao Brasil. Meus três primeiros dias serão totalmente dedicados ao Arnold Classic e os três seguintes, à promoção do meu mais recente filme, "O Exterminador do Futuro: Gênesis".


Em entrevista coletiva concedida no Windsor Barra, em que dividiu a mesa com o presidente do Arnold Sports Festival, Robert Lorimer, o presidente da IFBB (Federação Internacional de Bodybuilding), Rafael Santorra, e os diretores do Arnold Classic Brasil, Ana Paula Leal Graziano e Luiz Felipe Bonilha, Arnold comemorou as conquistas e ampliação da edição brasileira do evento, que este ano se prepara para receber 80 mil pessoas e 10 mil atletas. "Obrigado, Arnold Classic Brasil, pela parceria. Sem vocês, seria impossível fazer um evento tão incrível", festejou.


Segundo Schwarzenegger, sua relação com o fisiculturismo sempre foi além do culto ao corpo. "Penso no fisiculturismo como um meio de promoção e celebração do esporte, ferramenta essencial para manter a saúde. Não importa o esporte, nossa cruzada é por incentivar uma vida mais saudável para todos e para as futuras gerações", acrescentou. Sobre a participação feminina, defendeu que as mulheres estejam em todos os esportes, sem preconceito, lembrando que foi o criador do campeonato Miss Olympia, que inclui mulheres no fisiculturismo. Perguntado sobre o potencial dos atletas brasileiros, Schwarzenegger não hesitou: "o Brasil tem grandes atletas em várias modalidades e isso inclui o bodybuilding".

A coletiva foi aberta pelo diretor do Arnold Classic Brasil e diretor da empresa Excalibur, Luiz Felipe Bonilha, que lembrou a importância da realização da terceira edição do evento em uma cidade olímpica que respira esportes: "Estamos trazendo mais de 30 mil pessoas para o Rio de Janeiro e gerando um impacto econômico de mais de R$ 50 milhões na cidade. O Arnold é um grande presente para todos nós e para esta cidade que está completando 450 anos".

Ana Paula Leal Graziano, diretora do Arnold Classic Brasil e da Savaget Promoções, falou sobre as novidades do evento, incluindo o novo Espaço Paradesportivo e a proposta de levar eventos para fora dos pavilhões: "Queríamos aproveitar a beleza e o clima da cidade. Por isso, estamos realizando a primeira Arnold Speedo Run, corrida com 2 mil atletas inscritos, o campeonato de Strongman Profissional, e o de frescobol na praia da barra".

O diretor do Arnold Sports Festival, Robert Lorimer, contou que o evento, que começou em 1989 em Ohio, por iniciativa do pai dele junto com Arnold Schwarzenegger, agora já alcança cinco continentes e chegará ao sexto em 2016. "Neste ano, o festival de Ohio recebeu 20 mil atletas e 200 mil pessoas", uma grande conquista para todos nós. 

Competições

No Riocentro, hoje foi o primeiro dia das competições. Na categoria amadora do Poledance, da qual 30 atletas participaram, a campeã foi Francini de Oliveira Brasil, que conquistou a vitória depois de ter ficado em segundo lugar ano passado.

"Senti que evoluí tecnicamente. Na minha rotina faço treinos de força e flexibilidade e seis meses antes da competição foco na coreografia. Foi uma conquista e tanto. Estou muito feliz", disse.

A grande novidade deste ano, o Espaço Arnold Paradesportivo, mostrou que veio para ficar. Entre as modalidades apresentadas nesta sexta-feira estavam: submition, judô, rugby, futebol de sete, handball e futsal.

No Bodybuilding amador vale destacar a categoria Classic Bodybuilding, que foi apresentada hoje no Brasil pela primeira vez no evento. Essa categoria é a aposta da Confederação para transformar o Fisiculturismo em modalidade olímpica.

A competição de Strongman amador, categoria feminino absoluto, foi uma das mais emocionantes do dia. A diferença de uma atleta para a outra foi de apenas um ponto. A vencedora foi Flavia Carvalho e em segundo lugar ficou Mirian Fernandes, que veio competir com o braço quebrado.
 

ARNOLD CONFERENCE

Na área técnica, 80 palestras com especialistas em nutrição, medicina esportiva, educação física e até gestão de lojas de suplementos integram o congresso técnico Arnold Conference., que traz ainda, pela primeira vez, o painel "Arnold Showcase" - uma entrevista ao vivo com Arnold Schwarzenegger, conduzida pelo apresentador Marcos Mion. "Nosso objetivo é trazer sempre um panorama atualizado das novidades do mercado fitness nacional e internacional e promover um ambiente favorável para que os profissionais possam descobrir, dialogar, vender, comprar e, claro, celebrar a saúde", aposta Ana Paula Leal Graziano, diretora geral do Arnold Classic Brasil. 

Sobre o Arnold Sports Festival
O Arnold Sports Festival foi criado há 27 anos por Arnold Schwarzenegger e Jim Lorimer, em Ohio (EUA), se tornando o maior evento multiesportivo do mundo. Desde 2011 o evento vem expandindo suas fronteiras. Primeiro ganhou uma versão europeia, o Arnold Classic Europe, que já teve três edições em Madri (Espanha). Em seguida foi a vez de o Rio de Janeiro sediar a edição da América Latina, que acontece pelo terceiro ano consecutivo. Em março de 2015, a Austrália sediou o evento pela primeira vez. Para maio de 2016 já está confirmada a primeira edição da África, na África do Sul, e a China está sendo estudada como sede para o primeiro evento na Ásia.


Serviço Arnold Classic Brasil
Data: 29 a 31 de maio
Local: Riocentro - Av. Salvador Allende, 6555 - Barra da Tijuca
Horários: 
29 e 30 | sexta e sábado (Profissionais do setor: das 10h às 14h / Visitantes: das 14h às 20h)
31 | domingo (Visitantes e Profissionais do setor: das 10h às 18h)


Ingressos:
Público geral:
Menores de 16 anos acompanhados dos responsáveis
Crianças de até 12 anos têm entrada gratuita
Meia entrada: estudantes, professores, aposentados, idosos e portadores de necessidades especiais, mediante documento comprobatório
A partir de 29 de maio (bilheteria local)
Ingresso: R$ 80,00
Não haverá a opção de passaporte

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.