Brumado Urgente

Brumado Urgente


Batalha por cargos no TCE e TCM movimentou a política baiana

Deputado João Bonfim tem vaga garantida no TCE

Quinta | 29.05.2014 | 07h33
Autor: Política Livre

Por 28 votos a 27, o deputado estadual Carlos Gaban (DEM) bateu há pouco o deputado federal Zezéu Ribeiro (PT) em votação na Assembleia Legislativa para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Gaban foi apresentado como uma espécie de anti-candidato da oposição ao cargo em protesto contra o fato de o governador Jaques Wagner (PT) bancar a candidatura de Zezéu, quando, pela tradição, o cargo caberia a um ex ou atual deputado estadual. Sua votação surpreendeu, inclusive, a bancada oposicionista, mas ele não pode ser considerado eleito porque precisa de maioria qualificada – 32 votos – para ser indicado. Por este motivo, dentro de uma hora os deputados farão nova votação entre os dois para escolher o novo membro do TCE. Os números da votação representaram uma forte derrota ao governo Jaques Wagner na Assembleia, embora a votação não seja definitiva. Em pânico com a possibilidade de perder a vaga para um deputado oposicionista, o governo mandou sua articulação para a Assembleia e tem feito um corpo a corpo, inclusive por telefone, entre os deputados da base, que aproveitaram a oportunidade para mandar um duro recado ao governador. O deputado federal Mário Negromonte (PP) e o estadual João Bonfim (PDT) foram aprovados, respectivamente, para o TCE e o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.