Brumado Urgente

Brumado Urgente


4 mil professores na Bahia pedem aposentadoria com medo da reforma da previdência

Quarta | 31.05.2017 | 09h00


Foto: Ilustração

Mais de 4 mil professores da rede estadual de ensino da Bahia já entraram com pedido de aposentadoria, de janeiro de 2016 até maio de 2017, com medo de prejuízos com a reforma da previdência proposta pelo governo federal. No ano passado, 3 mil processos para aposentadoria foram abertos. Esse ano, já são 1.112. Os dados são da Secretaria Estadual de Educação. Atualmente, cerca de 7 mil professores do estado já atingiram a idade e o tempo de serviço para se aposentar. "Há um sentimento de que haverá muitas perdas. O professor ou a professora que já estava com o seu planejamento de vida tudo organizado, com o tempo correto para aposentar, está correndo", afirma Marilene Betros, presidente do Sindicato dos Professores. Para tentar evitar uma saída em massa de professores do quadro da rede estadual, o governo estadual criou uma gratificação especial. O valor da Bolsa Permanência é de R$ 800 para quem trabalha 20h semanais e de R$ 1.600 para quem trabalha 40h por semana. A gratificação tem duração de dois anos e pode ser prorrogada por igual período. O prazo para aceitação do benefício termina na quarta-feira (31). "Vai acrescentar esse valor na remuneração dos professores. Eles vão permanecer também recebendo o abono de permanência que já recebiam porque já tinham tempo para se aposentar", destaca Ana Catapano, superintendente de recursos humanos da Secretaria Estadual de Saúde.

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.