Brumado Urgente

Brumado Urgente


Brumado: A Novela do Presídio está de volta

Segunda | 31.03.2014 | 18h31
Autor: Daniel Simurro / Brumado Urgente


(Composição Brumado Urgente / Imagem Google Earth)

Em ano eleitoral as coisas acontecem, tanto que tem gente que defende que todos os anos sejam realizadas eleições, para que os grandes anseios da população possam ser correspondidos. Dentro do contraditório e levando-se em conta que “têm coisas que só acontecem em Brumado” o município está prestes a assistir a reapresentação de um de seus maiores dilemas, “O Presídio”, que terá novamente como cenário o Distrito de Lagoa Funda, onde os moradores parecem estar novamente apavorados pela “Síndrome de Titanic”, de que o “barco vai afundar”. A reedição da epopeia, que se iniciou no ano de 2005, onde lideranças políticas, num grande ardil, conseguiram incendiar o inconsciente coletivo dos moradores da comunidade, que iniciaram um grande protesto popular, que, naquela época convenceu a opinião pública e o projeto teve que ser abortado. Agora, passados cerca dez anos, a novela está de volta ao melhor estilo “vale a pena ver de novo”, desta feita com outro nome, Centro de Detenção Provisória, mas que traz em seu roteiro os mesmos elementos dramáticos, já que foi só a empresa que deverá ser a responsável pela construção começar a fazer a contratação dos funcionários para a obra que já se iniciaram os protestos na comunidade, tanto que no último sábado (29) moradores queimaram pneus na BR-148, querendo chamar a atenção de tudo e de todos. O projeto que deverá mesmo ser executado para muitos é um “mal necessário” já que o setor de carceragem da 20ª Coorpin está totalmente inadequado para custodiar presos, além de que a sua localização é preocupante, já que está ao lado do hospital municipal e de uma das maiores escolas do município, com milhares de alunos. Agora um dos principais questionamentos é que com tantas urgências em Brumado, porque só agora, em ano eleitoral, o governo do estado resolveu iniciar essa obra, a qual já deveria estar concluída há longa data? Porque o CDP está sendo elencado como prioridade das prioridades e não a construção do esgotamento sanitário, a construção da segunda etapa da Barragem de Cristalândia, a construção da sede própria do Campus XX da Uneb, que irá ampliar consideravelmente a oferta de cursos universitários, ou até mesmo a construção da UTI? Cabe agora os representantes governamentais explicarem essa situação, ou até o mesmo o próprio governador, o qual, já há um bom tempo não pisa em solo brumadense. Então, diante desse quadro, Brumado vai ficando meio que esquecida, vai ficando meio a ver navios, não somente numa “lagoa funda”, mas, também na terra firme das indiferenças, que vem causando um clima pessimista quanto ao futuro deste município que tem uma vocação extraordinária para ser um grande polo regional, mas, por falta de representantes que tenham “sangue no olho” para defender as suas principais bandeiras, vai saindo de cena, mais perdendo do que ganhando, tendo que viver o paradoxo das glórias do passado em meio a um futuro sem grandes horizontes, pelo menos até o momento. 

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.