Brumado Urgente

Brumado Urgente


Bahia: Menino de 10 anos é morto após briga na escola

Quarta | 31.08.2016 | 13h21


Familiares e amigos estão revoltados com crime (Foto: Rafael Teles/G1)

A tia do menino de 10 anos, morto a facadas e pauladas após uma briga na escola em Vera Cruz, região metropolitana de Salvador, disse ao G1, nesta quarta-feira (31), que a criança estava jurada de morte. "Foi uma briga de escola com a irmã desse assassino. De lá ele jurou que ia pegar o menino. Ele jurou à mãe do menino que ia pegar ele. Tanto ele jurou que ele pegou e matou", disse Silvania Santos. Segundo ela, a mãe do garoto está no hospital e o pai está revoltado. "O pai está aí feito louco! Como é que a gente vai falar um negócio desse? A família toda está abalada. A gente não tem nem explicação para isso", lamenta.

A família de Jeferson Santos procurava o garoto desde quinta-feira (25), quando o jovem desapareceu de casa. O corpo dele foi achado em um matagal nesta quarta em uma região conhecida como Gameleira. Por conta do sumiço, cerca de 100 pessoas fizeram um protesto em frente ao Terminal de Bom Despacho na segunda-feira (29). Com faixas e cartazes, familiares e amigos da vítima estão revoltados e se reuniram desde o final da manhã na porta do Fórum Desembargador Antônio Bensabath, que fica em Bom Despacho, também na ilha, onde os adolescentes que confessaram ter matado Jeferson devem ser ouvidos. Eles gritam por justiça na porta do local. O advogado de um dos autores do homicídio, Nelio Bittencourt, disse que o adolescente de 16 anos ainda não prestou depoimento e está custodiado há mais de 24 horas. Ele ainda relatou que o jovem contou que foi coagido pelo outro adolescente a cometer o crime. O delegado responsável pelo caso, Geovani Paranhos, foi até o local onde o corpo de Jeferson foi encontrado ainda na manhã desta quarta para fazer o levantamento cadavérico.

Crime
De acordo com o delegado Geovani Paranhos dos Santos, titular da 24ª Delegacia Territorial de Vera Cruz, a vítima foi morta porque havia se desentendido e trocado tapas com uma colega da mesma idade. O irmão da menina, um adolescente de 17, e um outro menor, de 16 anos, teriam matado a vítima por vingança com golpes de faca e pauladas. Ainda segundo o delegado responsável pelo caso, um dos agressores foi apreendido na segunda-feira, e outro na terça (30). Em depoimento à polícia, a dupla confessou o crime. Paranhos contou ainda que o menor preso de 17 anos é ligado ao tráfico de drogas da região.

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.