Brumado Urgente

Brumado Urgente


Brasil não se abalará com julgamentos apressados sobre a economia, diz Dilma

Domingo | 30.03.2014 | 09h51
Autor: Informações da Agência Brasil


(Foto: Reprodução)

Apesar do rebaixamento da nota do Brasil pela agência Standard & Poor’s, o país tem compromisso com o controle da inflação e a diminuição da dívida pública, disse hoje (29) a presidenta Dilma Rousseff. Em evento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), na Bahia, ela ressaltou que a economia do país continua com bons fundamentos, mas tem o desafio de melhorar os serviços públicos e aumentar a produtividade. Sem se referir diretamente à decisão da agência de classificação de risco, Dilma declarou que os números mostram que a economia brasileira continua sólida. “Não nos abalaremos com julgamentos apressados, com conclusões precipitadas que a realidade desmentirá. Todos sabemos que, em economia, a realidade sempre se impõe”, disse. A presidenta lembrou que, nos últimos dez anos, a inflação tem ficado dentro da meta. Segundo ela, a dívida líquida do setor público, atualmente em 33,7% do Produto Interno Bruto (PIB), encerrará o ano em queda e o país tem reservas de quase US$ 380 bilhões, que fornecem lastro para lidar com qualquer volatilidade internacional. 

Comentários

30.03.2014
ABIMAEL DE OLIVEIRA SILVA
Reservas essas constituídas em cima da falência da saúde, da educação, infraestrutura e agora da nossa Petrobras, logo será o Banco do Brasil e a caixa, enquanto isso o povo continua burro, cego e mudo, acorda Brasil!!!