Brumado Urgente

Brumado Urgente


Brumado: Polícia Civil reconhece que a criminalidade está cada vez mais violenta e audaciosa na cidade

Sexta | 08.07.2016 | 10h46


(Composição: Brumado Urgente)

Apesar de ainda não ser considerada uma cidade violenta pelas autoridades policias, já que os índices da área de segurança pública são menores do que muitas cidades baianas, a Polícia Civil, porém , já admite que a criminalidade em Brumado está cada vez mais audaciosa e violenta, inclusive bem armada e municiada. A nuvem paradoxal que paira sob esta questão delicada é ainda muito densa, pois o número de mortes violentas, que é a base para os índices, teria a sua unilateralidade questionável, ainda mais no caso local, já que o número de assaltos para uma cidade de 64 mil habitantes é bem elevado, tendo a agravante que em um grande número dessas ocorrências, os bandidos estão sempre bem armados, então, no contexto, poderíamos dizer que a cidade é sim cada vez mais violenta e perigosa. Segundo a coordenação da Polícia Civil, Brumado ainda não pode ser considerada uma cidade violenta, mas, em contrapartida, os bandidos são considerados bem violentos e cada vez mais ousados, inclusive em alguns episódios indo para o enfrentamento, o que vem provocando o uso da força, até mesmo a letal. Para o coordenador da 20ª Coorpin, Dr. Leonardo Rabelo, os últimos acontecimentos vêm mostrando que a criminalidade vem mostrando uma face mais brutal, onde armas e munições são cada vez mais comuns nas ações, como aconteceu na noite desta quinta-feira (07), onde bandidos armados e encapuzados invadiram o Centro Espírito Viveiro de Luz, colocando armas na cabeça das vítimas e provocando momentos de medo e pavor, pois eles ameaçam atirar caso não tivessem as suas exigências atendidas. O déficit logístico e o insuficiente contingente policial acabam contribuindo para o crime, o que faz uma projeção preocupante, caso o Estado não tome providências urgentes para reverter esse quadro negativo. 

Comentários

08.07.2016
Alves
Fico muito triste em ver uma cidade como Brumado se tornando uma cidade onde pessoas não podem sair de suas casas para ir em algum bar, restaurante ou similar com suas famílias e amigos. Não sou filho de Brumado,pois, sempre estou nessa cidade acolhedora, mas cada dia que vou fico receioso em sair ou visitar amigos. O prefeito tem sua atitude totalmente passifica em relação a segurança em não tomar decisão ou ajuda ao governo do estado.