Brumado Urgente

Brumado Urgente


Casa da Moeda interrompe produção de passaporte por falha em máquina

Quinta | 30.06.2016 | 16h18


Produção de passaportes foi interrompida por causa de falha em equipamento (Foto: Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Casa da Moeda informou nesta quinta-feira (30) que a produção de passaportes comuns e de urgência ficará temporariamente parada por causa de uma falha em um dos equipamentos usados para essa finalidade (veja a nota completa com o anúncio no fim desta reportagem). O órgão também informou que a produção de passaportes deverá ser retomada na semana que vem. Até lá, vai buscar uma alternativa para acelerar a emissão dos documentos. A nota também afirma que já foi feita a encomenda do equipamento que vai substituir o que estragou. A máquina virá da Alemanha. No texto, a Casa da Moeda pede desculpas à população pelo "transtorno". Também em nota, a Polícia Federal informou que, devido ao problema com a máquina, "não poderá cumprir os prazos de entrega inicialmente previstos nos postos de emissão de passaportes".

 

Na nota, a PF pede desculpas à população, mas informa que "a normalização do serviço depende exclusivamente da Casa da Moeda do Brasil". Em São Paulo, a PF oferece a "entrega urgente" do passaporte com o pagamento de umataxa extra de R$ 77.

Falta de papel
Também neste mês, a Casa da Moeda já enfrentava problemas para entregar os passaportes devido à falta de material para produzir as capas dos documentos. No último dia 16, o órgão informou que, devido à falta de material, o prazo para entrega dos passaportes, que normalmente é de uma semana, poderia durar até 45 dias, dependendo do caso. Veja a íntegra da nota da Casa da Moeda:

A Casa da Moeda do Brasil (CMB) informa que, por conta de um problema num dos equipamentos, a produção dos documentos (comuns e de urgência) foi temporariamente interrompida. A empresa já solicitou a substituição da peça com defeito, que virá da Alemanha. A produção de passaportes deve ser retomada na próxima semana. Em paralelo, a CMB busca uma alternativa para agilizar a retomada da produção. A CMB se desculpa com a população por todos os transtornos.

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.