Brumado Urgente

Brumado Urgente


Empresa que realizará o Processo Seletivo em Caetité coleciona inúmeras denúncias

Denúncias compreendem desde a venda de gabaritos à alteração

Quinta | 27.02.2014 | 09h44
Autor: Por Jornal Folha do Algodão


(Foto: Reprodução)

Mesmo com quase 1.000 vagas detectadas no quadro de funcionários da Prefeitura de Caetité, o Prefeito Municipal José Barreira não realiza concurso público e tenta amenizar a situação com um simples processo seletivo nos moldes conhecidos como REDA, com contratação temporária, sob o silêncio do Sindicato dos Servidores Públicos do Município que, nos últimos tempos perdeu a língua, ou pelo menos passou a aceitar passivamente todas as investidas da administração que vão de encontro aos direitos dos servidores. Para completar ainda mais a “trapalhada”, a empresa responsável pela realização do certame, que inclusive já foi prorrogado, é a S&R Concursos e Pesquisas Ltda, que coleciona na sua trajetória, uma série de denúncias que vão desde as irregularidades nos concursos realizados até a prisão de funcionários da empresa pela Polícia Federal. Depois de ouvir denúncias a respeito, o Jornal Folha do Algodão, pesquisou na Rede Mundial de Computadores a ações da citada empresa, e descobriu que a SR Concursos que aplicou provas em diversas cidades baianas, sempre apresentou problemas nos processos seletivos e é alvo de queixas dos candidatos. A S&R já enfrentou várias denuncias e foi investigada inclusive pela Policia Federal e pelo Ministério Publico da Bahia.

 

Entre as denúncias estão o adiamento de realização das provas (que inclusive já aconteceu em Caetité), mudanças nos locais de provas, falhas no sistema, má preparação dos fiscais, candidatos que não conseguem se inscrever, erros de grafia nas provas, prorrogação de concurso e infelizmente aprovados que não fizeram a avaliação. Segundo o “Congresso em Foco”, o Ministério Público do Estado da Bahia havia detectado falhas no sistema de segurança e aplicação de provas em alguns concursos realizados pela empresa S&R Concursos e Pesquisas, quando realizou o concurso de Porto Seguro. O edital tinha indícios de fraude e as provas foram remarcadas por duas vezes. Também chamou a atenção do representante do Ministério Público o fato de o concurso ser realizado nas vésperas das eleições municipais, o que em tese poderia beneficiar o atual gestor caso ele fosse candidato à reeleição. A S&R Concursos e Pesquisas, com sede na cidade baiana de Lauro de Freitas também realizou um concurso público em Ilhéus (BA), em 2011, quando a Polícia Federal investigou venda de gabaritos na seleção que oferecia 548 vagas em diversas áreas, como agente de trânsito e auxiliar administrativo. A empresa enfrentou denúncias de fraude, cancelamento de provas e erro na lista de aprovados, onde alguns dos classificados inscritos nem mesmo fizeram a prova objetiva. Na ocasião, José Carlos Santana dos Santos (Bêgo) e  Vinícios Oliveira Campos, foram acusados de fraudar o concurso da Prefeitura Municipal de Ilhéus. Vinícios era funcionário da SR Concursos e Pesquisas e foi preso em flagrante no momento em que passava o gabarito das provas do concurso da Prefeitura para José Carlos, candidato que faria a prova no dia seguinte. Já no município de Caravelas, o Ministério Público recebeu inúmeras denúncias, dentre elas figuram compra de gabaritos e acréscimo de pontos para beneficiar alguns dos concursandos. “Eu não tenho a comprovação de quem prestou a irregularidade, o que eu sei é que a empresa editou um gabarito em que os resultados não batiam com as folhas de respostas e tem folhas de respostas que não iguais, pode ter havido uma tentativa de maquiagem da provas”, declarou a promotora Michelle Souto, responsável pelo caso. Naquele município, Mailson Silva de Sena prestou concurso para fiscal tributário, fez 60 pontos, mas alega que três pessoas tiveram notas alteradas, fazendo com que ele caísse da terceira para a sexta colocação. Havia três vagas disponíveis para o cargo.

ESSA MESMA EMPRESA É RESPONSÁVEL PELO PROCESSO SELETIVO DE CAETITÉ

A S&R Concursos e Pesquisas é a mesma empresa que se apresenta para realizar o Concurso em Caetité e seu histórico (aqui narrado) já tira as esperanças daqueles que sonham conseguir um emprego pelas vias corretas e estão perdendo noites de sono estudando para conseguirem realizar o sonho. Os vereadores da oposição no município já estão de posse de toda documentação que narra o histórico de fraudes e erros da SR Concursos e pretendem entrar com uma representação no Ministério Público solicitando, não só a anulação do Processo Seletivo do REDA, para a realização de um verdadeiro concurso público, como também, que o processo seja conduzido por outra empresa, em quem a sociedade possa confiar, muito embora, a administração municipal parece estar satisfeita com o andamento do processo e já divulga um adiamento com explicações vagas, alegando que haverá aumento nas vagas. Desse modo, o concurso em Caetité segue a mesma trajetórias de outras cidades, pois já aconteceram duas retificações no edital e um adiamento com alterações, com direito a NOTA EXPLICATIVA, o que nos faz perceber que nesse caminho tortuoso, dificilmente chegaremos a um final feliz. a publicidade oficial insiste em responder que sim, MAS PERGUNTAMOS: CAETITÉ É UMA CIDADE FELIZ?

Comentários

27.02.2014
Daniele
O mesmo acontece com o último concurso público realizado na cidade de Livramento de Nossa Senhora, em que o resultado final foi divulgado em 30 de janeiro e até hoje a prefeitura não homologou o concurso. Questionada, a Secretaria de Educação alega que é problema na empresa alpha que foi a responsável pela realização do certame, em contrapartida a alpha diz que é responsabilidade da prefeitura a homologação e que os documentos solicitados pela mesma já foram enviados. Ficamos sem saber de nada. Pagamos a inscrição, fizemos o concurso, passamos e ninguém nos esclarece o porque da demora da homologação e convocação. Da ultima vez que falei na Secretaria de Educação disse que a homologação sairá somente em abril...isso é legal? Faço um apelo a vocês do site para que nos dê uma resposta, pois muitos brumadenses passaram nesse concurso e estão a ver navios. Abraços