Brumado Urgente

Brumado Urgente


Resultado da busca pela categoria "segurança"

Planos rejeitam 10% das indicações de cirurgia após reavaliação

Domingo | 22.10.2017 | 17h00

Operadoras de saúde reveem a necessidade de 10% das cirurgias indicadas por médicos da rede privada. Isso é o que indicam balanços inéditos de duas das maiores operadoras do País - SulAmérica e Amil -, que submetem milhares de casos a uma junta médica para segunda ou terceira opinião após o diagnóstico vindo do primeiro profissional. A SulAmérica reavalia cerca de 450 pedidos por mês e a Amil, 180. O Estado procurou outras duas das maiores operadoras do mercado, mas as empresas não informaram se seguem esse tipo de protocolo. Segundo as duas operadoras que adotam a medida, há três principais razões para a indicação desnecessária de cirurgia: discordância entre profissionais sobre o melhor tratamento a seguir, falta de conhecimento do médico sobre alternativas para cada doença e má-fé de alguns profissionais interessados em lucrar com o procedimento. As juntas também são uma alternativa à crescente judicialização da saúde, que eleva os gastos de empresas do setor."Existe, sim, a questão da fraude, de médicos interessados em comissões de fabricantes de materiais como órteses e próteses, mas esses casos são a minoria. Acreditamos que a maioria dos casos está relacionada ao fato de o profissional não estar tão atualizado sobre as opções terapêuticas”, diz Andréa Matsushita, superintendente de operações e análise médica da SulAmérica.Segundo Maria Alicia Lima Peralta, vice-presidente jurídica do UnitedHealth Group Brasil, grupo responsável pela Amil, a consulta a uma junta médica (terceira opinião) se dá quando há discordância entre o médico do paciente e aquele que representa a operadora. “Pelas regras da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), o profissional que vai desempatar deve ser independente e escolhido consensualmente pelo médico do beneficiário e o da operadora”, explica. Na Amil, a maioria dos casos levados à reavaliação são os que envolvem a implantação das chamadas OPMEs (órteses, próteses e materiais especiais), como cirurgias que exigem colocação de pinos e parafusos.  Na SulAmérica, as especialidades que concentram o maior número de casos enviados para a junta médica são bucomaxilofacial, ortopedia e neurocirurgia com subespecialidade em coluna e cirurgia plástica. “Se a operadora apenas nega a cobertura do procedimento, o paciente pode não entender e entrar na Justiça”, afirma Andréa, da SulAmérica.

Mais de R$ 1 bilhão de abono salarial de 2015 ainda não foram sacados

Domingo | 22.10.2017 | 15h00

Mais de R$ 1 bilhão referente ao abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2015 ainda não foram sacados. Segundo o governo federal, o dinheiro pertence a 1,46 milhão de trabalhadores, mas eles ainda não procuraram uma agência bancárias para retirar o benefício. Esse saque poderá ser feito até o dia 28 de dezembro. Servidores públicos devem procurar o Banco do Brasil. Já trabalhadores da iniciativa privada, a Caixa Econômica Federal. Tem direito ao abono quem trabalhou com carteira assinada por, pelo menos, um mês em 2015, teve remuneração média de até dois salários mínimos e está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos. Além disso, deve ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). A lista de pessoas com direito a receber o recurso pode ser consultada no site [http://trabalho.gov.br/abono-salarial/consulta-abono-salarial] do Ministério do Trabalho. Também é possível se informar sobre o benefício procurando as agências. O pagamento começou a ser efetivado em novembro do ano passado e o prazo máximo para a retirada já passou por prorrogações, o que não deve ocorrer novamente, segundo o ministério. O órgão aponta que metade de todo o recurso ainda pendente de saque está no Sudeste, principalmente em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. O valor pago varia de R$ 79 a R$ 937.

Resgates voltam a superar emissão de títulos no Tesouro Direto em setembro

Domingo | 22.10.2017 | 13h00

A Secretaria do Tesouro Nacional informou nesta sexta-feira (20) que o Tesouro Direto registrou em setembro mais resgates que emissões de novos títulos públicos. Foi o segundo mês seguido que esse movimento foi registrado - em agosto também houve resgate líquido. Segundo o governo, em setembro as operações de compras de títulos somaram R$ 1,35 bilhão. Já os resgates totalizaram R$ 1,84 bilhão. O Tesouro Direto é um programa criado em janeiro de 2002 e que permite que pessoas físicas comprem títulos públicos pela internet. De acordo com analistas, a venda de títulos públicos pelos investidores nos últimos meses pode estar relacionada com o fato de que os juros básicos da economia vêm recuando, o que faz com que os títulos comprados antes dessa queda, pelas pessoas físicas, valham mais devido à chamada "marcação a mercado". Segundo a instituição, porém, também foi registrado em setembro um acréscimo no número de investidores que efetivamente possuem aplicações. "Com isso, o número de investidores ativos atingiu 541.851, o maior patamar desde o início do Programa. O crescimento em relação a setembro do ano anterior foi de 56%. O acréscimo mensal de investidores cadastrados foi de 60.278, totalizando recorde de 1.662.449 participantes inscritos, o que representa aumento de 70,7% nos últimos 12 meses", informou o Tesouro Nacional.

'Tráfico não acaba porque financia campanhas políticas no Brasil', diz Marcinho VP

Domingo | 22.10.2017 | 11h00


Foto: Reprodução / TV Globo

Preso há quase 11 anos no sistema prisional federal, o traficante Márcio dos Santos Nepomuceno, o “Marcinho VP”, negou, em entrevista ao portal UOL, ser o chefe da facção Comando Vermelho (CV) e afirmou que a existência do tráfico está ligada ao financiamento de campanhas políticas. "O tráfico de drogas não acaba porque financia campanhas políticas no Brasil", declarou ele, que defende a legalização da maconha. "O tráfico é nocivo e funesto, mas a corrupção é o crime que mais mata no Brasil”. Ainda sobre a ligação entre o tráfico e a política oficial, Marcinho VP acusa o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) de ser “o cacique-mor da maior organização criminosa do Rio de Janeiro” e “o maior charlatão” que teve o “desprazer de conhecer”. O traficante afirma ter prestado favores eleitorais para o peemedebista em 1996, durante a campanha pela prefeitura do Rio de Janeiro, e não ter obtido retorno e atribui também a Cabral a sua ida para a Penitenciária Federal de Mossoró, onde atualmente está preso. "Ele esteve no meu camarote, comeu, bebeu, me elogiou. Ajudei ele com uma equipe de cabos eleitorais. Não ganhei um tostão", diz. "Dei uns 50 mil votos a ele lá do Complexo do Alemão", completa. O advogado do ex-governador, Rodrigo Henrique Roca Pires, nega ter ocorrido um encontro entre seu cliente e o traficante. "A trajetória carcerária dele revela que essa é uma tentativa tosca de enlamear a honra do ex-governador com objetivo de promover esse livro. Cabral foi o governador do Rio de Janeiro que mais enfrentou o tráfico de drogas", alega o advogado. Além de ter negado se chefe do CV, Marcinho VP afirma que não tem envolvimento com a guerra de facções dentro dos presídios em todo o país. "Nós respeitamos a todos, sem exceção, independente de grupo antiopressão. Somos da paz", afirma. "Um de nossos de lema desde o princípio [do Comando Vermelho], é Paz, Justiça e Liberdade. Se essa rivalidade está ocorrendo, não chegou ao meu conhecimento. E é lamentável, os próprios presos se destruindo. Preso oprimindo preso". O traficante também diz desconhecer planos do PCC para tomar as favelas do Rio de Janeiro e aproveitou para fazer uma análise sobre o projeto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP). "Querendo ou não, o crime exerce um papel social muito grande nas comunidades. A UPP foi apenas uma ocupação policial. Tudo o que crime proporcionava às comunidades, o Estado tinha que ao menos repor. Por exemplo, cesta básica, remédios, médicos, internação das pessoas que ficam doentes. Todo o tipo de ajuda. O crime ocupa o vácuo deixado pelo Estado”, avalia. "O crime não é contrário a que houvesse ocupação social pelo Estado. O que é bom para o povo é bom para nós, nós é povão, nós é favelado. As pessoas da comunidade são meus vizinhos, me viram crescer, eu vi essas mesmas pessoas crescerem. A comunidade não vê a gente como criminoso. A convivência é normal, não existe conivência”, acrescenta. 

Expectativa de crescimento favorece criação de empregos temporários no Natal

Domingo | 22.10.2017 | 09h00
Autor: Agência Brasil

O comércio varejista de todo o país deve aumentar neste ano entre 4% e 5,5% e, consequentemente, isso levará a uma expansão dos postos de trabalho temporário de final de ano, segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop). A entidade espera obter no Natal um crescimento de 2% e faturamento de R$ 34,3 bilhões, 4,3% superior a 2016, após uma sequência de estabilidade e resultados negativos. A previsão é de que ocorra um aumento de 5,5% nas contratações de pessoal em comparação a 2016 e uma elevação de 7% no salário médio (R$ 1,2 mil). Só no período de novembro a dezembro, deverão ser gerados em torno de 115 mil empregos temporários – dessas vagas, de 60 a 70 mil se concentram no comércio e 10 mil no segmento de serviços. “E uma boa parte dessas vagas em shopping centers”, ressalta nota da Associação. Dos 115 mil empregos, estima-se que entre 25 e 27% conseguirão permanecer no trabalho, percentual bem superior ao ano passado, quando apenas 15% dos temporários passaram a fazer parte do quadro efetivo.

Ex-prefeito de Guanambi Charles Fernandes sofre denúncia por usar veículo oficial e servidor municipal para fins particulares

Sábado | 21.10.2017 | 19h30
Autor: Brumado Urgente


Fotocomposição Brumado Urgente

Após realizar investigação minuciosa, posterior ao recebimento de denúncias de populares. O radialista Fernando Alves, em seu programa matinal de 20/10/2017, na Rádio Cultura de Guanambi, divulgou que veículo locado pela Prefeitura de Guanambi no mês de junho, VW/Gol, placa policial NZM-9971, no valor mensal de R$ 2.200,00, com combustível livre e que vinha sendo conduzido pelo servidor municipal Flávio Gregório Martins Prado, estava em efetivo uso para fins particulares do ex-prefeito Charles Fernandes, pois que em varias oportunidades o radialista fotografou o bem locado, estacionado na sede da empresa Schincariol, em Guanambi, de propriedade dos familiares de Charles Fernandes, e mesmo em frente à sua própria residência. A notícia caiu com forte impacto negativo em desfavor do ex-prefeito Charles Fernandes, que já responde a uma série de ações penais e ações civis de improbidade na Comarca de Guanambi, por conta de diversas irregularidades administrativas, e agora, este novo fato, pode inclusive alcançar o servidor municipal, bem como o Secretário Municipal de Agricultura, Sr Hélio Pereira, mais conhecido como Vereador “Lelé”, atualmente licenciado de seu mandato, e mesmo o próprio Prefeito Jairo Magalhães, por conta do suposto conhecimento e permissão dada por estes para a ocorrência de grave irregularidade. Pelo que ainda foi apurado, o proprietário do veículo locado pela Prefeitura de Guanambi, de nome Adevilson Rodrigues Soares, amigo pessoal do ex-prefeito e que possui uma empresa registrada em seu nome, que mesmo não possuindo empregados registrados, conforme denúncia, será beneficiada com a doação de um lote medindo 1.200m2, situado próximo ao Aeroporto de Guanambi, avaliado em R$ 600.000,00 (seiscentos mil reais), pois que tramita na Câmara Municipal, Projeto de Lei n 32, de 25/09/2017, lote este de propriedade do Município de Guanambi, além de ter participado de licitação para contratação do transporte escolar, em que se sagrou vencedora a empresa A S transportes e Serviços Ltda ME. Resta saber se o Ministério Público, que tem tido atuação implacável na região de Guanambi, não atuará para reprimir tais irregularidades.

Projeto de Lei n 32, de 25/09/2017

Regra amplia diagnóstico de morte cerebral e facilita doação de órgãos

Sábado | 21.10.2017 | 19h00


As novas regras para a doação de órgãos no Brasil, que entraram em vigor nesta quinta-feira (19), vão facilitar os procedimentos para transplantes no País, segundo especialistas entrevistados pelo R7. Eles divergem, no entanto, quanto ao fim da exigência de que somente neurologistas podem atestar a morte encefálica — a partir de agora, médicos de outras especialidades podem confirmar o óbito.O Decreto 9.175 de 2017 retirou da legislação sobre transplante de órgãos a chamada “vontade presumida”, estabelecida na lei 9.434 de 1997 — segundo a qual todo brasileiro era considerado um potencial doador de órgãos, exceto se registrassem o contrário no documento de RG.Na prática, o texto traz poucas mudanças, já que alterações feitas na legislação em 2001 condicionavam a doação de órgãos à autorização expressa da família. “Essa lei [de 1997] era revolucionária e atá trazia a questão da vontade presumida. Houve campanha forte e uma emenda na norma, em 2001, modificou ela por completo, retirando a possibilidade de vontade presumida”, diz o professor de biodireito da Universidade Presbiteriana Mackenzie Carlos Eduardo Nicoletti Camillo. Ao retirar de vez a expressão, a legislação ficou mais clara, diz o presidente da ABTO (Associação Brasileira de Transplante de Órgãos), o médico nefrologista Roberto Ceratti Manfro. — Na prática, já não se praticava isso, mas na portaria anterior não tinha ficado bem explicitado.

Geddel diz à PF que Temer o indicou para a Caixa Econômica Federal

Sábado | 21.10.2017 | 18h00


Em depoimento dado à Polícia Federal em julho deste ano, o ex-ministro Geddel Veira Lima (PMDB) afirmou que foi indicado em 2011 para o cargo de vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa pelo então vice-presidente Michel Temer (PMDB). Geddel disse que assumiu o cargo por indicação da presidência do PMDB, que na época era exercida pelo hoje presidente da República. Ele negou qualquer participação dos então deputados federais peemedebistas Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves na indicação. O depoimento foi concedido em 20 de julho, uma semana depois de o ex-ministro ter sido autorizado pelo Tribunal Regional Federal a deixar a Penitenciária da Papuda para cumprir prisão domiciliar. Geddel havia sido preso no dia 3 de julho pela PF no âmbito da Operação Cui Bono?, que investiga suposto esquema de corrupção na Caixa nos anos de 2011 a 2013 –anos em que ocupou o cargo no banco. No depoimento, ele negou ter cometido irregularidades e disse que não recebeu "nenhuma vantagem indevida" por sua atuação no cargo, tendo recebido apenas seu salário no período. Também negou que tenha passado informações privilegiadas para interlocutores como Cunha e que as informações "eventualmente demandadas" pelo deputado "não alteravam o curso natural das operações de crédito". 

"UM ABRAÇO" 

Geddel confirmou que se encontrou com Lúcio Funaro no hangar da empresa Aero Star, em Salvador. Afirmou ter recebido ligação do doleiro, que teria dito que o seu avião estava fazendo uma parada técnica e que queria dar um abraço no então vice-presidente da Caixa. O ex-ministro saiu de sua casa na praia em Camaçari e foi até o aeroporto de Salvador para "dar um abraço" no doleiro, um trajeto de 23 km feito em cerca de 35 minutos. Geddel diz que os dois conversaram sobre "amenidades". Em sua delação, Funaro dá outra versão: afirma que o hangar era usado para fazer repasses de dinheiro de propina ao peemedebista. O ex-ministro afirmou que, naquela ocasião, conheceu Raquel Pitta, mulher de Funaro. Em depoimento à PF, Raquel afirmou que foi pressionada com ligações de Geddel, que a sondava sobre a possibilidade de o doleiro firmar delação premiada. O peemedebista nega pressão. Afirmou ainda que encontrou Funaro outras vezes em São Paulo, Brasília e Salvador "circunstancialmente". Geddel foi questionado ainda sobre a suspeita de que teria enviado seu assessor Gustavo Ferraz para se encontra em São Paulo com Altair Alves Pinto, assessor de Eduardo Cunha, para buscar remessas de dinheiro. O peemedebista afirmou que não tinha "nenhuma recordação" de ter enviado um interlocutor de nome "Gustavo" para encontrar Altair. Preso em setembro após a descoberta de umbunker num apartamento em Salvador com R$ 51 milhões, Gustavo, um dos auxiliares mais próximos de Geddel, disse à polícia que foi a São Paulo buscar dinheiro para o chefe.

Mega-Sena deste sábado pode pagar R$ 11,5 milhões

Sábado | 21.10.2017 | 17h00


A Mega-Sena pode pagar hoje (21) R$ 11,5 milhões, prêmio do sorteio número 1.980, que será realizado às 20h (horário de Brasília). As apostas podem ser feitas até as 19h deste sábado, em qualquer casa lotérica do país. O valor mínimo, para jogar seis números, é R$ 3,5. Quanto mais números, maior o preço da aposta. A Mega-Sena paga o prêmio principal a quem acertar os seis números sorteados. Quem acerta 5 ou 4 números também é premiado, mas com valores menores que os do prêmio principal. Na última quinta-feira (19), um apostador de Muzambinho (MG) levou sozinho o prêmio principal de R$ 3,9 milhões do concurso 1.979.

Timemania

A Caixa Econômica Federal também sorteia hoje o concurso 1.097 da Timemania, que  está acumulada em R$ 15,3 milhões. Segundo a Caixa, a probabilidade de acerto na Timemania é de 1 em 26.472.637. Os sorteios são realizados três vezes por semana. Sete números e um time são sorteados. O prêmio principal vai para quem acertar os sete números. O valor da aposta é R$ 2 e também pode ser registrada até as 19h em qualquer casa lotérica do país.

Polícia Militar convoca aprovados no concurso para exames e teste de aptidão física

Sábado | 21.10.2017 | 16h00


Os candidatos aprovados no concurso da Polícia Militar da Bahia foram convocados, nesta sexta-feira (20), para realizar avaliações médica e odontológica, além do Teste de Aptidão Física (TAF). O Diário Oficial do Estado publicou os cronogramas de convocações e a lista de exames que os soldados e oficiais selecionados precisam apresentar. Visto que, a data dos exames não pode ser menos que 60 dias. O candidato terá sua inscrição cancelada caso o exame toxicológico dê positivo para uma ou mais substâncias. Os oficiais e os soldados convocados devem apresentar um atestado médico original, com data de até 30 dias antes da avaliação, onde deve indicar ‘’expressamente sua plena condição física e mental para a realização de esforços físicos intensos’’. Os selecionados no concurso vão passar por quatro provas físicas. 

Se a escassez de chuva continuar a tarifa de energia deve ficar no patamar 2, diz Aneel

Sábado | 21.10.2017 | 15h00


Se o cenário hidrológico permanecer desfavorável, com o registro de chuvas abaixo da média histórica, a tarifa elétrica em novembro poderá permanecer no patamar2, que adiciona R$ 3,50, a cada quilowatt-hora (Kwh) consumido. “A continuar com o desenho que temos até agora, aponta-se para a manutenção da bandeira vermelha patamar 2”, disse nesta sexta (20) o presidente da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino. O assunto será tema da reunião da agência na próxima terça-feira (24). Na ocasião, a agência deverá lançar uma consulta pública para discutir a metodologia de acionamento das bandeiras, que, atualmente se baseia no valor do Custo Marginal de Operação (CMO) para o próximo mês. Isso significa que, se houver um grande volume de chuva nos próximos dias, o modelo toma essa precipitação para constituir o valor futuro, mesmo que as chuvas diminuam. A Aneel avalia a possibilidade de que também seja considerado o nível de armazenamento dos reservatórios no cálculo da tarifa. Se a fórmula que será debatida estivesse em vigor, a agência poderia ter acionado antes as bandeiras amarela e/ou vermelha durante o período seco, quando já se esperava uma hidrologia desfavorável e diminuição acima da média do volume dos reservatórios. Na quinta-feira, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) disse que vai reforçar o pedido para a Petrobras para “viabilizar” combustível para as termelétricas operacionalmente disponíveis, mas que estão paradas por falta do insumo. No início do mês, diante da previsão de que o armazenamento dos reservatórios das usinas hidrelétricas fique abaixo do verificado em 2014, ano mais crítico do histórico recente, o comitê já havia decidido acionar a petrolífera para fornecer combustível para algumas termelétricas movidas a gás. Por conta do baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas, o governo tem que acionar as usinas térmicas para garantir o fornecimento de energia. Na reunião, o comitê reiterou que não há risco de desabastecimento de energia e, após análise de custos e benefícios, o voltou a descartar o acionamento das usinas termelétricas mais caras, cujo custo está acima do preço da energia no mercado à vista, o chamado “despacho fora da ordem de mérito”. Com essa decisão, permanecerão desligadas as térmicas cujo custo da energia supera o preço no mercado de curto prazo. O tema, entretanto, será debatido novamente na próxima semana. Além disso, o comitê também reiterou, se necessário, o aumento da importação de energia elétrica da Argentina e do Uruguai “na medida em que for possível”. De acordo com o comitê, o cenário hidrológico para os próximos sete dias tem previsão de “anomalias negativas de precipitação na região central do Brasil”, área de abrangência das bacias de maior relevância para a geração de energia elétrica e de precipitação acima da média no extremo Sul, o que aponta para um atraso na transição para o período úmido em relação ao histórico de chuvas. 

UFBA abre curso de graduação na UAB de Brumado

Sábado | 21.10.2017 | 14h00


A Universidade Aberta do Brasil - UAB, localizada no antigo prédio da Escola Antônio Carlos Magalhães, foi implantada em Brumado no ano de 2009, em uma parceria entre o Ministério da Educação e a Prefeitura Municipal de Brumado, através da Secretaria de Educação. O MEC é responsável pela legalização de documentos, tais como intermediar com as Faculdades Públicas e Privadas para oferecer os cursos. A Prefeitura é responsável direta pela infraestrutura e recursos humanos. Hoje, a Universidade conta com o funcionamento de 14 (quatorze) cursos superiores (graduação) e 05 (cinco) cursos de pós-graduação, como: História, Física, Ciência da Computação, Letras Vernáculas, Letras com Inglês, Letras com Espanhol, Pedagogia e Ciências Físicas Biológicas. Estamos implantando o curso de Dança com as inscrições abertas no período de 16 a 24 de outubro de 2017, na modalidade EAD, totalmente gratuito. Clique no link para acessar o edital e realizar a inscrição: https://sead.ufba.br/cursos-de-graduacao-lancado-o-edital. Não percam essa oportunidade. Você que fez o Enem aproveite e faça a sua inscrição!

Brumado: Sesoc oferece curso gratuito de almoxarife a partir da próxima segunda (23)

Sábado | 21.10.2017 | 13h00


A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania - Sesoc comunica  a oferta de Curso de Almoxarife. O curso tem como objetivo fornecer aos alunos habilidades e competências básicas para o desenvolvimento da atividade de Almoxarife, viabilizando condições adequadas para a iniciação profissional no mercado de trabalho. A matrícula está sendo realizada desde o dia 17 de outubro, das 8h às 12h e 14h às 18h, na Central dos Conselhos, localizada na Rua Iluminato Lôbo, 33 - Centro.

DESCRIÇÃO/ REQUISITOS DE ACESSO:

Curso: Almoxarife 

Empresa responsável: SENAI

Modalidade: Qualificação Profissional Básica

Público alvo: Comunidade

Carga Horária: 160h

Escolaridade: Ensino fundamental completo II

Idade mínima: 16 anos

Quantidade de vagas: 40

Período: 23/10 a 20/12 (Segunda à sexta - Não haverá aula no dia 03/11)

Turno: noturno (18h às 22h);

Local: Polo UAB - R. Antônio Carlos Magalhães - S/N - Bairro: Tanque.

DOCUMENTOS PARA A MATRÍCULA:

RG e CPF (cópia e original);

Comprovante de residência (cópia e original);

Nº do NIS;

Comprovante de escolaridade (Declaração).

Se menor de idade, é necessária a presença e documentos (rg e cpf) do responsável. Maiores informações: (77) 3441-2889.

Colisão entre van e ônibus mata motorista em Vitória da Conquista

Sábado | 21.10.2017 | 12h00


Foto: Reprodução/ Blitz Conquista

Uma colisão entre uma van e um ônibus deixou uma pessoa morta na noite desta sexta-feira (20), em Vitória da Conquista, no sudoeste do estado. De acordo com informações do site Blitz Conquista, a batida ocorreu no cruzamento entre as avenidas João Pessoa e Siqueira Campos, no Centro da cidade. A vítima, identificada como José Lopes dos Santos, era motorista da van. Ele foi retirado das ferragens em uma operação do 7º Grupamento de Bombeiros Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O homem foi encaminhado ao Hospital Geral de Vitória da Conquista em estado grave, com politraumatismo e hemorragia. Ele chegou a passar por uma cirurgia, mas morreu no início da madrugada deste sábado (21). O motorista deixa uma esposa grávida de 9 meses.

Taisan Auto: Chegou o Fox i Trend, completo.

Sábado | 21.10.2017 | 11h22


Corre para a Taisan que acabou de chegar o Fox i Trend 2012/2013, completo e com o IPVA 2017 pago pra já sair dirigindo por ai. O Fox, além de ser um carro completo e confortável é ideal para você e sua família viverem os melhores momentos com segurança. Venha até a nossa loja, temos sempre as melhores opções para você. Quando for pensar em trocar e/ou comprar um carro, passa na Taisan e confira as melhores condições e os melhores carros. Estamos localizados na Av. Centenário, 853, Novo Brumado- Brumado-Bahia, fone; (77) 3441-5551. Para conhecer nossa linha completa de veículos disponíveis acesse  www.taisanauto.com.br

Publicado aviso de licitação para pavimentação de trecho da BA 148 em Dom Basílio

Sábado | 21.10.2017 | 11h00

Foi publicado no Diário Oficial da última quinta-feira (19), o aviso de licitação para contratação de empresa responsável pela recuperação asfáltica de 2,5 Km quilômetros do acesso da localidade de Fazendinha e Itapicuru à BA 148, em Dom Basílio. O investimento foi um compromisso do governador Rui Costa após reivindicação do pleito em audiência. O chefe do executivo autorizou a licitação no dia 16 de outubro, durante uma visita ao município. O benefício, na ordem de R$ 965.084,46, feito através da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), facilitará o escoamento da produção agropecuária local, principal atividade econômica da cidade.

Por crise financeira, prefeituras baianas fecham portas e gestores fazem manifestação

Sábado | 21.10.2017 | 10h00


Foto: Divulgação / UPB

Por conta da crise financeira que assola as prefeituras baianas, os gestores municipais fecharão as portas e realizarão mobilização na próxima quinta-feira (26). O objetivo da ação é chamar a atenção dos poderes estadual e federal para a situação econômica das prefeituras. De acordo com a União dos Municípios da Bahia (UPB), os serviços essenciais serão mantidos. A paralisação ficou decidida após reunião entre a Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e Consultivo da UPB – Presidentes de Associações e Presidentes dos Consórcios. Os prefeitos sairão da sede da UPB às 8h da manhã no dia 26 em direção a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia para uma audiência pública com pauta municipalista. Na audiência, serão discutidos os repassem em atraso da saúde, transporte escolar, assistência social, entre outros. Serão convidados os 39 Deputados Federais da Bahia e os três senadores do Estado: Lídice da Mata, Otto Alencar e Roberto Muniz. A ação faz parte do Movimento Pró-Município que acontecerá em todos os estados do Brasil, com apoio da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).  “Agora é a hora. Vamos sair às 8h da manhã, da porta da UPB. Contamos com a adesão de todos. Esse é um movimento dos municípios. Tenho certeza que sairá resultado desta ação”, convocou o presidente da UPB e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro.