Brumado Urgente

Brumado Urgente


Resultado da busca pela categoria "brasil"

Pão com manteiga e café com leite ficam mais caros

Sábado | 25.01.2014 | 07h31
Autor: Da Redação


(Foto: Reprodução)

Os tradicionais pão com manteiga e café com leite do brasileiro ficaram mais caros. De acordo com levantamento realizado pela APAS (Associação Paulista de Supermercados) publicado nesta sexta-feira (24). O pão francês aumentou 16%, a manteiga teve alta de 7,88% e o leite ficou 15,74% mais caro. O café da manhã só não ficou mais caro por conta da queda no valor do café em 2013 que foi de 11,51%. O pão francês foi impactado pelo aumento trigo ao longo de 2013. Além dos custos de produção, como energia elétrica e mão-de-obra. Já o preço do leite foi influenciado pelo valor da ração animal e a redução da quantidade e qualidade do pasto, que se refletiu também em derivados do produto, como a manteiga. A tendência é que os fiquem mais estáveis nos próximos meses, de acordo com a APAS.

Caixa faz concurso para níveis médio e superior. Salários chegam a 8 mil

Sexta | 24.01.2014 | 14h51
Autor: Da Redação


A Caixa Econômica Federal lançou dois editais de concursos públicos para formação de cadastro de reserva para os cargos de técnico bancário novo, engenheiro agrônomo, civil, elétrico e mecânico e para médico do trabalho. Os concursos são para todo o país. Os editais foram publicados entre as páginas 78 e 92 da Seção 3 do "Diário Oficial da União" desta quinta-feira (23). Os editais podem ainda ser acessados no site do Cespe/UnB (clique aqui para acessar o concurso para técnico e clique aqui para acessar o edital para engenheiro e médico). O provimento das vagas estará sujeito ao planejamento estratégico e às necessidades da Caixa. O salário para técnico bancário novo é de R$ 2.025,00 para jornada de trabalho de 6 horas diárias, caracterizando 30 horas semanais. O candidato deve ter nível médio.O aproveitamento dos candidatos será exclusivamente em vagas a serem criadas em unidades localizadas nos municípios discriminados em tabela a ser publicada no Diário Oficial da União e divulgada no endereço eletrônicohttp://www.cespe.unb.br/concursos/caixa_14_nm no dia 24 de janeiro de 2014, ou em municípios que vierem a fazer parte do respectivo polo.

Internet na Coreia do Sul será 200 vezes mais rápida que a brasileira

Sexta | 24.01.2014 | 14h00
Autor: Da Redação


(Foto: Reprodução R7)

Internautas do mundo todo terão mais um motivo para invejar a Coreia do Sul este ano. A maior operadora do país, a SK Telecom, anunciou que começará a oferecer no fim de 2014 velocidade de 300 Mbps (megabits por segundo), suficiente para baixar um filme de 800 MB em menos de 22 segundos. A LG Uplus, terceira maior operadora daquele país, também prometeu conexão semelhante para este ano. No Brasil, a média de velocidade da banda larga móvel no Brasil foi 1,26 Mbps no segundo trimestre de 2013, segundo a empresa de pesquisas Akamai. Na Coreia do Sul, os 300 Mbps só serão possíveis porque o país já implementou a conexão LTE-Advanced, uma espécie de 4G incrementado – no Brasil, por exemplo, o 4G que utilizamos é o LTE. A SK Telecom estreou o LTE-Advanced em junho e suas duas rivais acompanharam o movimento em setembro.

Projeto punirá prefeitos que deixaram de aplicar verbas de convênio

Quinta | 23.01.2014 | 06h02
Autor: ( Informações da ASCOM/Câmara dos Deputados)


Ilustração

A Câmara dos Deputados analisa a possibilidade de punir por crime de responsabilidade o prefeito ou governador que deixar de aplicar, sem justificativa, recursos recebidos do governo federal na forma de convênios, contratos, ajustes ou outro instrumento semelhante. A medida está prevista no Projeto de Lei 2155/11, do deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF). Segundo o autor da proposta, a legislação hoje pune o gestor que aplicou mal a verba pública, mas não faz o mesmo com quem, injustificadamente, deixou de usar o recurso e acabou tendo que devolver o dinheiro aos cofres públicos. “Se nós elegemos um gestor público para cuidar dos nossos interesses e ele fez um acordo, fechou um contrato com o governo federal, recebeu o dinheiro, empenhou o dinheiro e não apresentou o projeto, isso é irresponsabilidade. Ele tem que ser punido porque a população fica esperando o benefício, elegeu o gestor público para cuidar dos seus interesses e ele não o fez”, afirma Fonseca. PUNIÇÃO – O projeto muda a legislação sobre a responsabilidade de prefeitos e vereadores (Decreto-Lei 201/67), para incluir a não execução de um convênio entre os crimes de responsabilidade sujeitos ao julgamento do Poder Judiciário, independentemente do pronunciamento da Câmara de Vereadores. Nesse caso, as penas vão de três meses a três anos de detenção, além da perda do cargo e da proibição, pelo prazo de cinco anos, para o exercício de qualquer função pública. 

Servidores do IFBaiano dizem que golpe foi dado na eleição de reitor

Quarta | 22.01.2014 | 06h47
Autor: Redação Bocão News


(Foto: Reprodução)

O Conselho Superior (Consup) do IFBaiano, alegando a realização de propaganda fora do prazo legal, não homologou o resultado das eleições para o cargo de reitor, em que o vitorioso foi o professor Geovane Barbosa do Nascimento, do campus de Uruçuca, que teve 45,64% dos votos contra 26,09%  dados ao segundo colocado e candidato da situação. Os representantes Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - Bahia (Sinasefe-BA), consideram uma afronta à democracia e ameaçam um greve geral. De acordo com o coordenador-geral da Sinasfe-BA, Georges Rocha, "a decisão desrespeita a vontade da grande maioria dos funcionários dos 10 câmpus e da reitoria do IFBaiano, que querem Geovane como reitor. Após o término da reunião, a categoria reuniu-se no local e decidiu pelo indicativo de greve geral, além de questionar judicialmente a decisão autoritária".Ainda para o sindicato, a decisão do Consup é estritamente política, para evitar a vitória de um candidato oposicionista à  atual direção do IFBaiano. Georges Rocha e membros da direção entidade, Ronaldo Naziazeno e Luzia Mota e o advogado da instituição, André Sturaro, alegam que acompanharam  processo de votação junto aos colegas na reitoria do IFBaiano. A denúncia de propaganda fora do prazo legal foi feita por membros da atual gestão do IFBaiano que encaminhou o assunto para a Procuradoria da instituição.  O candidato vencedor defendeu-se argumentando que uma das faixas de campanha permaneceu além do prazo, no campus de Valença, em decorrência das más condições climáticas no município. Citou ainda que por causa do mau tempo na cidade, a prefeitura local decretou "estado de emergência" e as atividades escolares e funcionais no campus foram suspensas no dia 29 de novembro e, por isso, somente conseguiu retirar a faixa em 2 de dezembro. Ainda na sua defesa, o candidato argumenta que a nulidade da sua candidatura é desproporcional ao fato em si, reafirmando que a não retirada do material decorreu à parte da sua vontade e por problemas climáticos.

Cinquenta mil mulheres são estupradas por ano no Brasil

Quarta | 22.01.2014 | 06h16
Autor: Da Redação


(Foto: Reprodução)

Segundo o estudo mais recente do Ministério da Justiça, 50 mil mulheres são estupradas por ano no Brasil. Para prender os criminosos, é fundamental o trabalho de investigação, com dados de DNA, por exemplo. A Polícia Civil de Brasília, que tem um dos maiores bancos de dados desse tipo, já conseguiu prender 40 estupradores. Foi um choque saber que a filha de onze anos tinha sido vítima de estupro, conta uma mãe que não quer se identificar: “É desesperador porque se você pudesse, você entraria no lugar”. A menina foi abordada na rua quando voltava da escola pra casa. O estuprador fingia que passava mal. “Ele começou tipo dar crise perto dela e com a bíblia na mão falou ‘ô garotinha me ajuda, me ajuda, estou muito mal’”. Foram seis horas nas mãos do criminoso. 
 

Rolezinho, a profecia do presente

Terça | 21.01.2014 | 18h05
Autor: Por Carlos Castilho / OI

Há 18 anos, o sociólogo italiano Alberto Melucci já dizia em seu livro Challenging Codes (Desafiando os Códigos, sem tradução para o português): “Os movimentos sociais contemporâneos são símbolos de mudanças que ainda não aconteceram... eles [os movimentos] falam antes do seu conteúdo, direção e organização serem conhecidos... são profetas de algo que já está acontecendo mas que não conseguimos identificar” (Challeging Codes, Introduction). As ideias de Melucci, o primeiro grande teórico das ações coletivas na era digital, tornaram-se palpáveis quase duas décadas depois de terem sido publicadas e são uma evidência chocante de como a nossa imprensa e os nossos governantes foram incapazes de “ler” as mudanças em curso na sociedade. Pedir que os políticos leiam Melucci talvez seja demais, levando em conta a dimensão da cultura da maioria deles, mas os formadores de opinião na mídia não podem ficar reféns da agenda imediatista dos governantes.

(Foto: Reprodução)

Polícia usa drone para encontrar brasileiro desaparecido na Espanha

Terça | 21.01.2014 | 13h17
Autor: Último Segundo


Detalhe do drone usado pela polícia espanhola na busca pelo estudante brasileiro Víctor da Silva Lago, de 19 anos, em Zaragoza. Foto: Reprodução

A polícia espanhola está utilizando um drone (artefato aéreo não tripulado dotado de câmeras) para tentar localizar o estudante brasileiro Víctor da Silva Lago, de 19 anos, desaparecido desde a noite de Ano Novo. O objetivo do uso do aparelho é facilitar a visão no leito do rio Ebro, que corta a cidade de Zaragoza, onde Víctor mora desde os 8 anos. Foi nessa região que ele foi visto pela última vez, em 31 de dezembro do ano passado, logo após deixar uma celebração pela virada do ano.A família do brasileiro mobilizou parentes e amigos do jovem no Facebook e distribuiu cartazes pela região, mas até agora sem sucesso. Depois da festa, Víctor foi parado por um patrulha policial. Os policiais contaram que desconfiaram que o rapaz estivesse embriagado, mas que o liberaram pouco depois. A quebra do sigilo telefônico de Víctor, que estuda Administração de Empresas na Universidade de Zaragoza, mostrou que ele respondeu e enviou mensagens de SMS ainda durante a madrugada de seu desaparecimento, felicitando amigos por ocasião do réveillon.

Motoristas de caminhão agora farão exames que detectam uso de drogas

Terça | 21.01.2014 | 07h29
Autor: por Daniela Pereira


(Foto: Reprodução)

Com o objetivo de controlar o uso de entorpecentes por motoristas, a resolução 460/2013 do Conselho Nacional deTrânsito (Contran) torna obrigatório o exame toxicológico para condutores profissionais das categorias (C, D e E). Apesar de já ter entrado em vigor no primeiro dia deste ano, a medida só terá efeito legal 180 dias após o início da vigência. Os motoristas que foram tirar a habilitação pela primeira vez, renovar ou trocar de categoria serão submetidos ao exame. O exame toxicológico permitirá detectar diversos tipos de drogas e seus derivados, sendo que a identificação de substâncias psicoativas. Contudo, os exames serão submetidos a avaliação médica, já que alguns motoristas também podem estar utilizando as substâncias psicoativas sob prescrição médica. Após todo o processo, um laudo será emitido sobre a aptidão do condutor Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), as principais ocorrências de acidente envolvendo veículos grandes acontecem no período da noite e com condutores suspeitos de terem feito uso de substâncias psicoativas. Entre as substâncias tóxicas mais utilizadas estão o álcool e os medicamentos “arrebite”. Atualmente, casos de uso de cocaína e maconha também têm sido freqüente entre os condutores, conforme informou o Núcleo de comunicação da PRF (Nucom).

Prazo para matrículas de aprovados no Sisu termina nesta terça (21)

Terça | 21.01.2014 | 06h01


Reprodução da tela do site do Sisu (Foto: Reprodução)

Os candidatos que foram convocados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2014 devem se matricular até esta terça-feira (21) nas universidades que oferecem as vagas, apresentando os documentos exigidos por elas e pela lei federal de cotas. Quem não se apresentar dentro do prazo, perde a vaga. De acordo com o edital do Sisu, o candidato selecionado deverá verificar, junto à instituição de ensino em que foi aprovado, o local, horário e procedimentos para matrícula. As universidades têm programas de assistência estudantil que podem ajudar os alunos que vão precisar de moradia e transporte .Segundo o MEC, o Sisu teve 2.559.987 candidatos inscritos, o que representa um aumento de 31,28% de inscrições em relação à edição do primeiro semestre de 2013. Estes fizeram 4.988.206 inscrições, já que os candidatos podem optar por mais de um curso. Foram ofertadas 171.401 vagas em 4.723 cursos de graduação de 115 instituições do país.A segunda chamada será divulgada no dia 27 de janeiro, e a matrícula deverá ser feita nos dias 31 de janeiro e 3 e 4 de fevereiro.Os candidatos que não forem convocados nas duas chamadas terão o período entre os dias 27 de janeiro e 7 de fevereiro para manifestar interesse em participar da lista de espera, usada pelas instituições de ensino para preencher as vagas que ainda estiverem abertas.A relação entre os cotistas foi de 31,76 candidatos por vaga, maior do que na ampla concorrência, que foi de 27,19 candidatos por vaga. A relação entre inscritos pela modalidade de ações afirmativas, que são cotas específicas oferecidas pelas instituições, foi de 30,35 candidatos por vaga. Segundo o governo, 43% das vagas foram reservadas para estudantes de escolas públicas pela lei federal de cotas, sendo 37% pela lei de cotas e 6% pelas ações afirmativas.

Vacina é nova aposta da ciência para quem quer parar de fumar

Domingo | 19.01.2014 | 10h13
Autor: Da Redação


(Foto: Reprodução)

"Nos últimos 20 anos, o número de tabagistas no país caiu pela metade, mas, se colocarmos isso em valores absolutos, ainda são mais de 20 milhões de cidadãos fumando", analisa o pneumologista Ricardo Henrique Meirelles, da Divisão de Controle do Tabagismo do Instituto Nacional de Câncer. Segundo a Organização Mundial da Saúde, 6 milhões de indivíduos morrem todo ano exclusivamente devido ao vício. "Trata-se de uma doença crônica, que apresenta altas taxas de recaída", afirma Eurico Correia, diretor médico da Pfizer Brasil. É por isso que a farmacêutica com base nos Estados Unidos desenvolve uma vacina terapêutica para acabar com a dependência de nicotina, uma das mais de 4.700 substâncias presentes no cigarro e a responsável pelo prazer ao inalar e soltar fumaça. A ideia desse modelo de tratamento é impedir a molécula viciante de chegar ao cérebro, onde ela estimula a liberação de dopamina, o neurotransmissor por trás daquela sensação de bem-estar. 
 

Acusada de improbidade administrativa, ministra Marta Suplicy tem direitos políticos suspensos

Sábado | 18.01.2014 | 10h09
Autor: Bahia Notícias


Foto: Reprodução/EBC

A ex-prefeita de São Paulo e atual ministra da Cultura, Marta Suplicy (PT), terá os direitos políticos suspensos pelos próximos três anos, segundo decisão de primeira instância publicada pelo juiz Alexandre Jorge Carneiro da Cunha Filho, da 1ª Vara de Fazenda Pública, nesta quinta-feira (17). A petista foi condenada por improbidade administrativa em razão de um contrato firmado sem licitação durante sua gestão na capital paulista, entre 2001 e 2004. Na determinação, a Justiça acatou a denúncia do Ministério Público de São Paulo, que apontou irregularidades na contratação, em 2002, da ONG GTPos para assessorar o desenvolvimento de ações referentes ao planejamento familiar e métodos contraceptivos nas subprefeituras dos bairros de Cidade Ademar e Cidade Tiradentes. O acordo, realizado sem concorrência, custou à prefeitura R$ 176,7 mil. “Houve infração do princípio da moralidade, já que a ré Marta Suplicy, prefeita de São Paulo à época da celebração do contrato, era intimamente ligada à entidade contratada”, explica o juiz na sentença, de novembro de 2013, ao mencionar que Marta foi sócia fundadora da organização, o que infringe o critério de imparcialidade exigido nesse tipo de contrato. Além de ter os direitos políticos suspensos, ela terá que pagar multa no valor de 50 vezes a sua remuneração como líder do Executivo. A defesa da ministra informou que vai recorrer do parecer.
 

Lista descrevendo o comportamento do povo brasileiro causa polêmica na Web

Sexta | 17.01.2014 | 12h06
Autor: Daniel Simurro / Brumado Urgente


(Foto Ilustrativa)

A verdade nua e crua é dolorida e às vezes deixa sequelas incuráveis, ainda mais quando for dita de uma forma contundente, por isso, a sociedade e, por conseguinte, o sistema, a evitam e colocam com muito conforto a máscara implacável da hipocrisia em seus relacionamentos para que a convivência seja harmoniosa e todos vivam “em paz”. Mas, esse cenário do “tudo certo”, às vezes sofre as “pedradas dos indignados”, que de forma impiedosa estilhaçam as vidraças da aparência, “vomitando” toda a bílis que fica amortizada nos porões do inconsciente coletivo. Dentro deste contexto uma lista feita por um americano que circula na Web começa a ganhar cada vez mais notoriedade causando uma grande polêmica, já que ele listou 20 motivos que o fizeram detestar ter vindo morar no Brasil. Para muitos, mesmo que com tristeza, a lista é o retrato antropológico e fiel do povo brasileiro, que é tido como o mais “gente boa” do mundo, mas que, segundo o americano, não seria tão gente boa assim. Confira a lista na sequência da matéria e dê sua opinião por meio de um comentário se o americano foi infeliz ou ele expressou apenas a verdade nua e crua. 

Presídios brasileiros são avaliados como da Idade Média por revista inglesa

Sexta | 17.01.2014 | 09h33
Autor: Da Redação


(Foto: Reprodução)

Um artigo da edição desta semana da revista inglesa The Economist destaca o caos das prisões brasileiras. Com o título Bem-vindo à Idade Média, o texto usa adjetivos como infernal, superlotado e violento para descrever o sistema prisional nos Estados do país. O texto cita ainda a divulgação, pela Folha de S.Paulo, de vídeo gravado por detentos de Pedrinhas, no Maranhão, no qual celebram a morte de membros de uma facção rival durante uma rebelião e zombam com três cadáveres decapitados. A sequência [de imagens] despertou muitos brasileiros para o inferno de suas prisões. Segundo a revista, houve ao menos 218 mortes em cadeias brasileiras em 2013. 

Começa hoje matrícula da primeira chamada do Sisu

Sexta | 17.01.2014 | 07h15
Autor: Brumado Urgente


(Divulgação)

Os estudantes selecionados na primeira chamada do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) podem fazer matrícula nas instituições de ensino a partir desta sexta-feira (17). O prazo termina na próxima terça-feira (21). O candidato selecionado deve verificar junto à instituição de ensino em que foi aprovado, o local, horário e os procedimentos para a matrícula. O Sisu seleciona estudantes com base nas notas obtidas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O candidato selecionado na primeira opção de curso que não fizer a matrícula estará automaticamente fora do processo. O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 27. O estudante que não for selecionado em nenhuma das chamadas do Sisu ou for selecionado na segunda opção, independentemente de ter feito a matrícula, poderá participar da lista de espera. A participação na lista de espera pode ocorrer apenas na primeira opção de vaga do candidato. A adesão deverá ser feita no site do Sisu, de 27 de janeiro a 7 de fevereiro. Os estudantes serão convocados a partir do dia 11 de fevereiro. A primeira edição do Sisu de 2014 registrou cerca de 2,5 milhões de inscritos. Foram ofertadas 171.401 vagas em 4.723 cursos de 115 instituições públicas de educação superior. O número de vagas é 31% maior do que o registrado na edição do primeiro semestre de 2013. Os cursos mais procurados foram administração, direito, pedagogia e medicina. A Região Norte teve a maior disputa por vagas no Sisu. A relação de candidatos por vaga foi 44,97. Já o Centro-Oeste registrou a menor concorrência: 21,71. O estado de Minas Gerais teve o maior número de inscrições (616.419). Entre as instituições, a Universidade Federal do Ceará liderou em número de inscrições (262.275).

Banco Central eleva taxa de juros para 10,5%, que segue como a mais alta do mundo

Quinta | 16.01.2014 | 07h02
Autor: Informações da Agência Brasil.


O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) elevou nesta quarta-feira (15) a taxa básica de juros (Selic) de 10% para 10,50% ao ano. Foi o sétimo aumento seguido de abril do ano passado até hoje. De outubro de 2012 a abril de 2013 a taxa permaneceu em 7,25%, no nível mais baixo desde que o Copom foi criado, em junho de 1996. “Dando prosseguimento ao processo de ajuste da taxa básica de juros, iniciado na reunião de abril de 2013, [o Copom] decidiu por unanimidade elevar a Selic em 0,50 ponto percentual, para 10,50% ao ano, sem viés”, diz a nota da entidade. A elevação da Selic era esperada pelos analistas financeiros, de acordo com o boletim Focus divulgado na última segunda-feira (13) pelo BC, uma vez que as atas das últimas reuniões do Copom sinalizaram a tendência de manutenção do processo de aperto monetário. Havia divergências, porém quanto à dosagem. Uns falavam em aumento de 0,5 ponto percentual, por causa do repique da inflação de dezembro, que chegou a 0,92%, enquanto outros defendiam 0,25 ponto percentual como sinalização de que a autoridade monetária está atenta às pressões inflacionárias. A taxa básica de juros do Brasil já era a mais alta do mundo, e hoje aumentou mais um pouco, com impacto imediato na dívida pública. De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), cada ponto percentual de subida na Selic equivale a acréscimo aproximado de R$ 6 bilhões/ano na dívida. 

Governo Federal enxuga máquina e expulsa mais de 4 mil servidores federais

Quarta | 15.01.2014 | 20h57
Autor: Informações da Agência Brasil.


(Foto: Reprodução)

Relatório divulgado pela Controladoria-Geral da União (CGU) mostra que mais de 4 mil servidores públicos federais foram expulsos devido a acusações de irregularidades cometidas durante o período em que exerceram suas funções. A principal causa é a corrupção. De acordo com o relatório de punições divulgado pela CGU, de 2003 a 2013 foram aplicadas 4.577 penas contra servidores, como demissão, destituição ou cassação de aposentadoria. Segundo o levantamento, 3.078 servidores foram banidos do serviço público por atos de corrupção; 1.025 acumularam cargos ilegalmente, abandonaram o emprego ou não compareciam para trabalhar com frequência. Os demais casos foram participação societária em empresa privada e negligência. Somente no ano passado, 529 funcionários públicos foram punidos, destes 429 servidores foram demitidos, 51 tiveram aposentadoria cassada e 49 perderam cargos em comissão. As punições administrativas no serviço público podem ser advertência; suspensão; demissão; cassação de aposentadoria e destituição de cargo em comissão ou de função comissionada. 

Facebook cede às reclamações e encerrará posts patrocinados

Quarta | 15.01.2014 | 08h03
Autor: TECHTUDO


(Foto: Reprodução Facebook)

O Facebook cedeu, após muitas reclamações de usuários, e anunciou que vai deixar de exibir posts patrocinados a partir do dia 9 de abril. A rede social revelou a medida em um post no blog para desenvolvedores na última semana. O serviço, que exibe no feed de notícias publicações pagas para ter determinado destaque entre grupos de usuários, já foi alvo de inúmeras queixas e até ações judiciais. Os posts do serviço “histórias patrocinadas” são exibidos no feed dos usuários quando um amigo da rede curte uma página de um anunciante do Facebook ou interage com a mesma. Ou seja, quando um de seus contatos comenta um “post pago” na rede social, o conteúdo (post, curtida, check-in) pode ser exibido no seu feed de notícias, ainda que você não curta aquela página autora do post patrocinado. Além do incômodo por serem obrigados a visualizar anúncios de empresas desconhecidas, os usuários reclamam de terem seus nomes associados às marcas nesse tipo de anúncio. A polêmica gerou até uma ação coletiva em 2011 e uma multa de US$ 20 milhões ao Facebook por utilizar nomes e fotos de internautas em posts com publicidade, sem a autorização dos mesmos. Desde agosto, porém, a rede social mudou sua política em resposta às reclamações e oferece aos usuários a opção de não ter seu nome veiculado a anúncios. Para fazer isso, basta acessar as configurações de privacidade da sua conta e desabilitar a publicidade social do Facebook. O Facebook já havia manifestado o interesse em dar fim às publicações patrocinadas em junho do último ano, mas só agora anunciou uma data para que isso ocorra. Em comunicado, porém, a rede social informou que busca alternativas para substituir o seu conteúdo patrocinado. Para os anunciantes, a mudança significa que eles não podem mais criar um anúncio cujo principal objetivo é mostrar curtidas de um usuário ou check-in em sua página de local. Entretanto, poderão anunciar seus produtos em feeds de notícias e nos painéis laterais do Facebook – incluindo curtidas e fotos de usuários que interagiram com sua página – desde que os usuários não sejam o foco principal.

Cantor Giovani entrou em pânico com a morte da filha afirmou o irmão

Quarta | 15.01.2014 | 07h29
Autor: Informações do UOL


(Foto: Reprodução)

O sertanejo Gian, que forma dupla com Giovani, contou ao Uol nesta terça-feira (13) que o irmão está inconsolável após a morte da filha. "Ele foi dormir de madrugada e só acordou por volta das 13 horas. Ele está em pânico, desesperado com a morte da filha. Foi uma fatalidade esse acidente de carro. Estou a caminho do velório", disse. De acordo com o programa 'SP no ar', da Rede Record, Gessyca Morais, de 22 anos, estava acompanhada de dois amigos, um deles também morreu no acidente, e o outro ficou gravemente ferido e está internado no Hospital Antônio Giglio. Testemunhas afirmam que os três haviam saído de uma festa e seguiam para casa quando o motorista perdeu o controle da direção e bateu em um poste. A polícia encontrou algumas garrafas de bebida dentro do carro onde os jovens estavam. O corpo de Gessyca já foi liberado do Instituto Médico Legal para Franca, cidade do interior de São Paulo, onde a jovem morava com a mãe e o irmão Marcelo.

Em ano eleitoral, Dilma dará R$ 1 bilhão a mais ao Minha Casa Minha Vida

Segunda | 13.01.2014 | 08h51


Dilma e o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro: alto reforço no caixa (Foto: O Globo / André Coelho )

Determinada a fazer do programa Minha Casa Minha Vida o grande trunfo da campanha pela reeleição, a presidente Dilma Rousseff acionou as equipes técnicas do governo para concluir com rapidez estudos que lhe permitam lançar, o mais depressa possível, a terceira fase do programa, com uma nova meta: contratar a construção de 3,5 milhões de casas entre 2015 e 2018, contra 2,7 milhões da fase 2, que termina este ano. Em ano eleitoral, a verba prevista no Orçamento da União para o Minha Casa foi turbinada: será cerca de R$ 1 bilhão a mais que em 2013. Segundo o Ministério do Planejamento, em 2014 haverá R$ 15,77 bilhões previstos no Orçamento. Quando anunciou a terceira fase do programa, em novembro, o governo estimava 3 milhões de casas. Agora, Dilma quer 3,5 milhões para sua nova bandeira eleitoral. O núcleo político do governo e a equipe da reeleição sabem, com base em pesquisas qualitativas, que o Bolsa Família, já no 10º ano de vigência, não tem mais o poder eleitoral do passado, pois já é considerado uma conquista sem volta. O discurso pela manutenção do Bolsa Família não poderá, portanto, ser o único trunfo da campanha. Até porque o principal candidato de oposição, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), já adotou o discurso de que o Bolsa Família é irrevogável. No fim de outubro do ano passado, Aécio apresentou projeto no Senado que transforma o Bolsa Família em programa de Estado, ao incorporá-lo permanentemente à Lei Orgânica de Assistência Social (Loas). A justificativa do tucano foi acabar com o que chamou de terrorismo contra as famílias beneficiadas pelo programa em véspera de eleição. O Minha Casa, segundo pesquisas encomendadas pelo governo, tem aprovação da população e grande potencial para render votos, mas problemas verificados em diversos conjuntos habitacionais — como rachaduras, infiltrações e panes elétricas — podem ser explorados pelos adversários. Por isso, além da pressão para que os estudos técnicos sobre a meta do eventual segundo mandato sejam logo concluídos, a presidente também orientou seus ministros a fazerem correções para evitar os erros mais comuns das etapas anteriores. Para a oposição, turbinar os valores do MCMV em ano eleitoral configura oportunismo por parte do Planalto. O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) afirma que o governo está se aproveitando das dificuldades socioeconômicas da população para conseguir mais votos.